Cód: 119342 MS: 1200900060075

Alcachofra 350mg Com 60 Capsulas - Bionatus

Princípio Ativo

Cynora Seolymus

Visualizar Bula do medicamento
Preço válido para compras feitas pela internet. Imagem meramente ilustrativa.
Selecione a Quantidade:
Quantidade
R$ 44,64 R$ 31,25
+ -
Comprar

Para a visualizar a bula do medicamento é necessário o programa ADOBE ACROBAT READER. Faça o download da bula o link ao lado:

Visualizar Arquivo

Se você não possui ADOBE ACROBAT READER, clique aqui para fazer o download

SUPLEMENTO VITAMÍNICO

Medicamento Fitoterápico

NOME COMERCIAL: ALCACHOFRA

NOME CIENTÍFICO: Cynara scolymus (L.); Compositae

PARTE UTILIZADA: folhas

IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO: Medicamento Fitoterápico Tradicional

APRESENTAÇÃO E FORMA FARMACÊUTICA:

Cartucho com 60 cápsulas gelatinosas duras

USO: Adulto

COMPOSIÇÃO

Cada cápsula contém:

Alcachofra extrato seco..................................................................350mg

(equivalente a 1,75 mg de cinarina)

INFORMAÇÃO AO PACIENTE

Ação esperada do medicamento:

A Alcachofra é indicada como colerético, ou seja, estimula a produção de bile; colagogo, estimula a eliminação da bile pela vesícula biliar, estes efeitos em conjunto levam a uma melhora da digestão de gorduras, além da diminuição de colesterol e triglicérides.

Cuidados de armazenamento:

Conserve o produto na embalagem original e não exponha ao calor e a umidade.

Prazo de Validade:

Prazo de validade, data da fabricação e número do lote: vide cartucho.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido.

Gravidez e lactação:

Não deve ser usado durante a gravidez e a lactação. Informe seu médico a ocorrência de gravidez durante o tratamento ou após seu término. Informe ao médico se estiver amamentando.

Cuidados de administração:

Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Interrupção do tratamento:

Não interromper o tratamento sem o conhecimento de seu médico.

Reações adversas:

Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis, como reações alérgicas na pele (dermatites de contato).

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

Ingestão concomitante com outras substâncias:

A literatura não relata nenhum tipo de interação medicamentosa com o uso de Alcachofra.

Contra-indicações e precauções:

A Alcachofra não deve ser utilizada por pacientes com obstrução dos condutos biliares e com hipersensibilidade a alguma das espécies da família Compositae. Este medicamento somente deve ser utilizado por crianças sob orientação médica.

Riscos de automedicação:

NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA A SAÚDE.

INFORMAÇÃO TÉCNICA

Características:

Dentre os princípios ativos da Alcachofra estão: princípios amargos (cinarina aproximadamente 0,5%, que é um diéster dos ácidos cafêico e quínico; lactonas sesquiterpênicas, como cinaropicrina e grosheimina); ácidos fenólicos (cafêico, clorogênico, neoclorogênico, 1-4 e 1-5 orto dicafeilquínico, e criptoclorogênico); ácidos álcoois alifáticos (cítrico, glicérico, fumárico, glicólico, hidroximetilacrílico, láctico, málico, succínico); outros (flavonóides derivados da luteolina, como cinarosídeos, cinarotriosídeos, escolimosídeos; enzimas, como catalases, oxidases, peroxidases, cinarase, ascorbinase, proteases; provitamina A, sais minerais, taninos, mucilagens, glicosídeos A e B, cinarogenina; óleo essencial, como muroleno, beta-selineno, alfa-humuleno, humuleno; fitosteróis, como taraxasterol e beta- taraxasterol). A Alcachofra apresenta os efeitos colagogo e colerético, sendo estes comprovados cientificamente por diversos estudos. Os primeiros trabalhos realizados com injeções intravenosas de extratos de folhas e raízes de alcachofra em animais de experimentação, evidenciaram que o débito biliar quadruplicou. Demonstrou-se que este aumento da secreção biliar se deve a uma maior produção, mais do que a um estímulo em sua eliminação. Um estudo mais recente, concluiu que extratos de alcachofra administrados a pacientes com dispepsias hepatovesiculares, em cápsulas de 320 mg, provocaram um aumento significativo da secreção biliar. Em relação à ação hipocolesterolemiante, estudos realizados na Faculdade de medicina de Graz (Áustria), evidenciaram resultados satisfatórios durante os três meses de tratamento com pacientes apresentando altos níveis de colesterol (devido a diferentes tipos de colesterolemias) e triglicérides. Inicialmente observa-se uma elevação momentânea do colesterol por ativação hepática (descarga tissular) e logo em seguida inicia-se um decréscimo paulatino e sustentado.

Indicações:

A Alcachofra é indicada como colerética e colagoga, estes efeitos em conjunto levam a uma melhora da digestão de gorduras, além da diminuição de colesterol e triglicérides.

Contra-indicações:

O produto é contra-indicado durante a gravidez e lactação, pois os princípios ativos amargos da planta podem passar pelo leite materno; em crianças menores de 12 anos, em pacientes com obstrução dos condutos biliares e com hipersensibilidade a alguma das espécies da família Compositae.

Interações medicamentosas:

A literatura não relata nenhum tipo de interação medicamentosa.

Reações adversas e alterações de exames laboratoriais:

Foram documentados alguns casos de dermatites de contato com o uso da Alcachofra.

Posologia:

Tomar 2 cápsulas, três vezes ao dia, 10 minutos antes das refeições.

Superdosagem:

A literatura não relata sobre superdosagem. Caso ocorra a ingestão de doses muito acima das preconizadas recomenda-se monitorar as funções vitais.

Pacientes idosos:

Não há relatos na literatura sobre restrições específicas quanto ao uso ou adequações de posologia de Alcachofra em pacientes idosos.

M.S.: 1.2009.0006

Farmacêutica Responsável: Dra. Milena Carla G. Zanini - CRF SP 24.732