Cód: 012254

Digesan Retard c/ 20 Cápsulas

Princípio Ativo

Bromoprida

Visualizar Bula do medicamento
Preço válido para compras feitas pela internet. Imagem meramente ilustrativa. Venda sob prescrição médica.
Selecione a :
R$ 28,94 R$ 22,57

Produto indisponível

Avise-me quando chegar

Para a visualizar a bula do medicamento é necessário o programa ADOBE ACROBAT READER. Faça o download da bula o link ao lado:

Visualizar Arquivo

Se você não possui ADOBE ACROBAT READER, clique aqui para fazer o download

Bula

DIGESAN®

Retard

Bromoprida

FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO

Cápsulas com microgrânulos de liberação programada.

Caixas com 20 cápsulas.

COMPOSIÇÃO COMPLETA

Cada cápsula contém: Bromoprida ..........................................20 mg

(Excipientes: goma laca, polivinilpirrolidona, etilcelulose, amido, talco, estearato de magnésio e xarope simples).

USO ADULTO

INFORMAÇÃO AO PACIENTE

Armazenamento: Conservar ao abrigo da umidade e do calor excessivo.

Validade: Vide cartucho. Atenção: Digesan® Retard não deve ser utilizado fora do prazo indicado, sob risco de não produzir os efeitos esperados.

A bromoprida, princípio ativo do Digesan® Retard, apresenta ação normalizadora da motricidade do estômago, duodeno e jejuno, reconduzindo o tônus e a peristalse aos padrões fisiológicos, em todos os casos em que estejam alterados. Normaliza o esvaziamento incompleto ou tardio das vias biliares. Possui ação antiemética completa, atuando a nível central e periférico. Digesan® Retard é formulado de modo a proporcionar liberação lenta e gradual da bromoprida, ocasionando um efeito terapêutico mais duradouro que se traduz em uma maior tolerância ao produto e maior comodidade para o paciente.

Informar o médico ocorrência de gravidez durante o tratamento ou caso ocorram reações como espasmos musculares, sonolência ou astenia.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

Precauções: O uso de Digesan® Retard durante a gravidez deve ser cuidadoso e sob supervisão médica.

NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO; PODE SER PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE.

INFORMAÇÃO TÉCNICA

Indicações:

Principais: Distúrbios digestivos psicossomáticos da senectude e da estafa mental. Discinesias gastro-duodenais e biliares. Colopatias espasmódicas. Enxaquecas e mal-estar de origem celíaca. Náuseas. Vômitos. Anorexia.

Particulares: Exames radiológicos do tubo digestivo. Preparação de explorações endoscópicas. Vômitos anestésicos. Meteorismo abdominal pós-operatório. Manifestações digestivas após a aplicação da radioterapia.

Contra-indicações: Até o momento não são conhecidas contra-indicações específicas ao uso da bromoprida.

Precauções: A bromoprida é normalmente bem tolerada, o que possibilita seu uso na mulher grávida, no ancião e nos glaucomatosos e diabéticos. Contudo, como com qualquer medicamento, o uso do Digesan® Retard durante a gravidez deve ser realizado sob supervisão médica.

No estágio atual de conhecimento, é prudente não prescrever a bromoprida em pacientes com suspeita de feocromocitoma sem controle médico rigoroso.

Interações medicamentosas: Não existe nenhuma incompatibilidade alimentar ou medicamentosa conhecida. O único cuidado a ser tomado é não associar Digesan® Retard com atropínicos para não anular seu efeito sobre a motricidade gastrentérica. Em pacientes sob tratamento crônico com digoxina, o uso de fármacos incrementadores da motilidade gastrintestinal pode originar uma diminuição dos níveis séricos da digoxina, principalmente se esta for administrada em forma de liberação lenta.

Reações adversas: Em alguns pacientes submetidos anteriormente aos neurolépticos ou que apresentam uma sensibilidade particular a esse tipo de produto, pode-se observar a título excepcional, o aparecimento de espasmos musculares localizados ou generalizados, espontânea e completamente reversíveis com a interrupção do tratamento. Ainda, em certos casos de superdosagem, a bromoprida pode causar sonolência ou astenia. Esses efeitos secundários desaparecem na maioria dos casos com a diminuição da posologia ou administrando as doses à noite antes de deitar.

Superdosagem: Embora não sejam conhecidos relatos de superdosagem acidental, deve-se realizar o mesmo procedimento das outras formas orais ingeridas em doses excessivas, ou seja, o esvaziamento gástrico.

Posologia: 1 a 2 cápsulas ao dia ou segundo prescrição médica.

Lote, data de fabricação e prazo de validade: vide cartucho

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA

MS-2725.0008

Fabricado por ETHYPHARM (França)

Embalado por SYNTHELABO-ESPASIL

Química e Farmacêutica Ltda.

Estr. do Guerenguê, 1851 - Rio de Janeiro - RJ

C.G.C.: 42.180.125/0001-90

Farm. Resp.: William Bianchi CRF-RJ nº 2185

Indústria Brasileira