Faça o login ou cadastre-se
×

selo produto
Cód: 044679 MS: 1009301820057

Elocom Pomada 20g

Princípio Ativo

Furoato Mometasona

Visualizar Bula do medicamento
Preço válido para compras feitas pela internet. Imagem meramente ilustrativa.
Insira o CRM do Médico:  
Venda sob prescrição médica.
Selecione a :
R$ 46,88 R$ 36,57

Produto indisponível

Avise-me quando chegar

ELOCOM

Fuorato de mometasona — Não-fluorado

(Ind. Química e Farmacêutica SCHERING-PLOUGH S/A)

Creme e pomada

Uso adulto e pediátrico

Forma farmacêutica e apresentação — Bisnagas com Creme e Pomada com 20 gramas.

Composição — Cada grama de ELOCOM Creme a 0,1% contém 1 mg de fuorato de mometasona. Cada grama de ELOCOM Pomada a 0,1% contém 1 mg de fuorato de mometasona.

Informação técnica — Mometasona é um corticóide sintético, apresenta propriedades antiinflamatórias, antipruriginosas e vasoconstritoras. Quimicamente, mometasona possui fórmula empírica C27H30C12O6 , e peso molecular de 521,4.

Farmacodinâmica e farmacocinética — A classe dos corticosteróides é composta, inclusive, por hormônios esteróides secretados pela córtex adrenal e seus sintéticos. Farmacologicamente, doses de corticosteróides são usadas principalmente para efeitos antiinflamatórios e/ou imunossupressores. Corticosteróides tópicos, assim como mometasona são eficazes no tratamento de dermatoses corticosteróide-responsivas, principalmente por causa das ações inflamatória, antipruriginosa e vasoconstritora. Todavia, enquanto os efeitos fisiológicos, farmacológicos e clínicos dos corticosteróides são bem conhecidos, o exato mecanismo dessas ações em cada enfermidade é incerto. A absorção percutânea dos corticosteróides tópicos é extensa, sendo determinada por muitos fatores, incluindo o veículo, o integrante da barreira epidermal e o uso de curativos farmacocineticamente, similarmente aos corticosteróides sistêmicos. Os corticosteróides são principalmente metabolizados no fígado e são excretados pelos rins. Alguns corticosteróides são excretados pela bile.

Indicações — ELOCOM Creme ou Pomada está indicado para o alívio das manifestações inflamatórias e pruriginosas das dermatoses sensíveis aos corticosteróides, tais como psoríase e a dermatite atópica.

Contra-indicações — O produto está contra-indicado a pacientes sensíveis ao fuorato de mometasona, a outros corticosteróides ou a qualquer um dos componentes da fórmula.

Precauções — Caso ocorra irritação ou sensibilização com o uso de ELOCOM Creme ou Pomada, a medicação deverá ser suspensa e instituído tratamento adequado. Em caso de infecção, deverá ser instituído o uso de um agente antimicótico ou antibiótico apropriado. Se uma resposta favorável não ocorrer rapidamente, o corticóide deverá ser suspenso até que a infecção tenha sido controlada adequadamente. Qualquer um dos efeitos secundários relatados com o uso de corticosteróides sistêmicos, inclusive supressão da supra-renal, também pode ocorrer com a administração tópica de corticóides, principalmente em crianças e lactentes. A absorção sistêmica de corticóides tópicos aumenta se forem tratadas áreas extensas ou com o uso de técnica oclusiva. Nestes casos, deve-se tomar as precauções necessárias, assim como quando há previsão de tratamento a longo prazo, especialmente em crianças e lactentes. O uso excessivo e prolongado de corticosteróides pode suprimir a função hipófise-supra-renal secundária. Pacientes pediátricos podem demonstrar aumento da suscetibilidade à indução pelo corticosteróide tópico da supressão do eixo hipotalâmico-pituitário e síndrome de Cushing. Isso pode ocorrer devido à razão entre a área de superfície da pele e o peso corporal. O uso compatível de corticosteróides tópicos em crianças deve ser limitado à mínima dose possível, a qual seja compatível com um regime terapêutico efetivo. O tratamento crônico com corticosteróides pode interferir no crescimento e desenvolvimento das crianças. ELOCOM Creme e Pomada não estão indicados para o uso oftálmico.

Uso durante a gravidez e a lactação — Como a segurança do uso do ELOCOM nas formas creme e pomada durante a gravidez não está estabelecida, deverá ser usado com cautela durante a gestação, apenas se o possível benefício justificar o risco potencial para o feto. Corticóides não devem ser usados em mulheres grávidas em grandes quantidades ou durante períodos prolongados. Como não se sabe se os componentes do produto são excretados no leite, recomenda-se cautela quando for administrado em mulheres lactantes.

Reações adversas — As reações adversas locais, relatadas apenas raras vezes com o uso do ELOCOM Creme a 0,1% incluem ardor (1%), prurido (1%) e sinais de atrofia cutânea (3%). As reações locais, relatadas também raras vezes com o uso da apresentação pomada a 0,1% incluem ardor, prurido, atrofia cutânea, formigamento/queimação e furunculose. O componente propilenoglicol é potencialmente irritante e pode causar uma sensação de queimação se usado sobre a área inflamada. As seguintes reações adversas locais foram relatadas com pouca freqüência com o uso de corticóides tópicos: ardor, prurido, irritação, ressecamento, foliculite, hipertricose, erupções acneiformes, hipopigmentação, dermatite perioral, dermatite de contato alérgica, maceração da pele, infecção secundária, atrofia cutânea, estrias e miliária.

Posologia — Deve-se aplicar uma fina camada do ELOCOM Creme ou Pomada a 0,1% nas áreas afetadas, uma vez ao dia. Não fazer uso de curativos oclusivos.

Superdosagem — Sintomas: O uso excessivo e prolongado de corticosteróides tópicos pode suprimir a função do eixo hipófise-supra-renal, causando insuficiência supra-renal secundária. Tratamento: Está indicado o tratamento sintomático apropriado. Os sintomas de hipercorticismo são virtualmente reversíveis. Se necessário, tratar o desequilíbrio eletrolítico. Em casos de toxicidade crônica, aconselha-se suspender lentamente o uso dos corticóides.