Faça o login ou cadastre-se
×

selo produto
Cód: 056260 MS: 1008401480098

Spidufen 400mg Com 20 Envelopes - Sabor Damasco

Princípio Ativo

Ibuprofeno Arginina

Visualizar Bula do medicamento
Preço válido para compras feitas pela internet. Imagem meramente ilustrativa.
Insira o CRM do Médico:  
Não use este medicamento em casos de úlcera, gastrite, doença dos rins ou se você já teve reação alérgica a antiinflamatórios.
Selecione a Quantidade:
Quantidade
R$ 45,21 R$ 35,26
+ -
Comprar

Bula

SPIDUFEN 400

IBUPROFENO

ARGININA

Granulado

Forma farmacêutica e Apresentação:

Caixas com 06 envelopes de granulado.

Caixas com 20 envelopes de granulado.

Display com 100 envelopes de granulado.

USO ADULTO E EM CRIANÇAS ACIMA DE 12 ANOS

Composição:

Granulado

Cada envelope contém :

Ibuprofeno ................................................................................................400 mg

Arginina ....................................................................................................370 mg

Excipientes (bicarbonato de sódio, sacarina sódica, aspartame, sacarose, aroma de damasco)............................................................................q.s.p.1 env.

Informação ao paciente:

O medicamento deve ser guardado, antes e após a abertura da embalagem, ao abrigo da luz, do calor e da umidade.

O prazo de validade do produto é de 36 meses. Observar o lote, a data de fabricação e o prazo de validade impressos no cartucho e nos envelopes.

NÃO UTILIZAR O MEDICAMENTO COM PRAZO DE VALIDADE VENCIDO.

SPIDUFEN é um agente antiinflamatório não esteroidal que possui intensa atividade analgésica e antipirética.

Seu efeito inicia-se, geralmente após 15 minutos da administração e sua eliminação se processa essencialmente por via urinária.

INFORME SEU MÉDICO A OCORRÊNCIA DE GRAVIDEZ NA VIGÊNCIA DO TRATAMENTO OU APÓS O SEU TÉRMINO. INFORMAR AO MÉDICO SE ESTIVER AMAMENTANDO.

SPIDUFEN age melhor se tomado com estômago vazio.

SIGA A ORIENTAÇÃO DO SEU MÉDICO, RESPEITANDO SEMPRE OS HORÁRIOS, AS DOSES E A DURAÇÃO DO TRATAMENTO.

NÃO INTERROMPER O TRATAMENTO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO.

INFORME SEU MÉDICO O APARECIMENTO DE REAÇÕES DESAGRADÁVEIS DECORRENTES DO USO DO MEDICAMENTO.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.

Informação técnica:

SPIDUFEN é um analgésico antiinflamatório de síntese. Seu mecanismo de ação, a exemplo dos outros agentes antiinflamatórios não esteróides (AINE), não é ainda exatamente definido. Entretanto, sua ação terapêutica não se deve ao estímulo hipófise-suprarenal. O produto é um potente inibidor da síntese das prostaglandinas: sua atividade se exerce, favoravelmente, por esta inibição em nível periférico. A sua ação analgésica, de tipo não narcótico é 28-30 vezes superior ao ácido acetilsalicílico. Sua ação central, ainda que presente, é pouco intensa.

A sua biotransformação processa-se por via hepática. O medicamento atinge a concentração máxima em cerca de 1,5 h e age de 4 a 6 horas, com eliminação rápida através da urina e excreção, virtualmente completa, 24 horas após a administração da última dose.

Além disso, a presença, em sua fórmula, de um aminoácido básico, a arginina, facilita sua solubilização e promove ótima e rápida absorção do princípio ativo, após administração oral. Desta forma o produto pode, e deve, ser administrado com o estômago vazio.

Indicações:

No alívio da dor leve ou moderada: cefaléias, nevralgias, dismenorréia, pós-cirúrgico dental e dores dentárias, musculares e traumáticas.

No tratamento sintomático da gripe e febre.

Contra-indicações:

Por causa do potencial de sensibilidade cruzada com outros AINEs, não administrar o produto a pacientes nos quais aspirina, iodetos e outros AINEs tenham induzido sintomas de rinite, urticária, polipo nasal, angioedema, broncoespasmo e outros de reação alérgica ou anafilática.

Como acontece para outros AINEs, é aconselhável também não administrar o produto a portadores de gastrite e úlcera péptica grave ou em fase ativa e na insuficiência hepática ou renal grave. O produto não deve ser administrado às crianças com idade inferior a 12 anos.

SPIDUFEN contém aspartame como excipiente, motivo pelo qual está contra-indicado em pacientes com fenilcetonúria.

Precauções e advertências:

SPIDUFEN deve ser administrado com cautela a pacientes com história de úlcera gástrica.

Administrar com cautela nos casos de asma, especialmente os que apresentarem broncoconstrição devido a outros medicamentos antiinflamatórios.

SPIDUFEN contém aspartame como excipiente, motivo pelo qual está contra-indicado em pacientes com fenilcetonúria.

GRAVIDEZ E LACTAÇÃO: Não há estudos adequados e bem controlados em mulheres grávidas ou lactantes. Contudo, o uso só deverá ser indicado se os potenciais benefícios justificarem os riscos.

Interações medicamentosas:

A absorção do medicamento pode se tornar lenta quando ingerido com alimentos. A biodisponibilidade é total, porém, é um pouco modificada.

As seguintes interações com medicamentos podem ser detectadas:

PARACETAMOL: o uso simultâneo e prolongado com o ibuprofeno pode aumentar o risco de efeitos renais adversos.

CORTICOTROFINA: aumenta o risco de efeitos gastrintestinais, como ulcerações e hemorragias.

UROQUINASE: aumenta o potencial de aparecimento de ulcerações ou hemorragias gastrointestinais.

HIPOGLICEMIANTES ORAIS OU INSULINA: pode aumentar o efeito hipoglicêmico.

ANTI-HIPERTENSIVOS E DIURÉTICOS: o uso simultâneo com ibuprofeno pode diminuir os efeitos diuréticos, natriuréticos e anti-hipertensivos dos diuréticos. O uso simultâneo do ibuprofeno com diuréticos também pode aumentar o risco de insuficiência renal.

OUTROS ANALGÉSICOS ANTIINFLAMATÓRIOS: não se recomenda o uso simultâneo com estes medicamentos, uma vez que pode aumentar a incidência dos efeitos adversos.

ÁCIDO VALPRÓICO, COMPOSTOS DE OURO: o uso simultâneo pode aumentar o risco de efeitos adversos renais.

PROBENECIDA: o uso simultâneo pode diminuir a excreção e aumentar a concentração sérica.

Reações adversas:

A incidência de reações adversas é relativamente baixa e o ibuprofeno parece ser um dos AINEs mais bem tolerados.

As reações mais comuns são náuseas, vômitos, diarréia, constipação intestinal e epigastralgia, ocorrendo com menor frequência.

As reações de hipersensibilidade podem ser similares às descritas para o ácido acetilsalicílico, tais como rinosinusite, asma, angioedema e urticária. Foi observada, em alguns pacientes, ambliopia tóxica com redução da acuidade visual e dificuldade na discriminação das cores. Os sintomas desaparecem com a suspensão do uso.

Em menos de 1% dos pacientes pode aparecer elevação significativa das transaminases. Foram relatadas reações hepáticas, como icterícia, hepatite, e esporadicamente, hiperuricemia.

Foram relatados também retenção de líquidos e edema.

Ibuprofeno pode ser administrado, com cuidado, a pacientes com histórico de descompensação cardíaca.

SPIDUFEN inibe a agregação plaquetária em menor grau do que o ácido salicílico e a indometacina.

Casos raros de linfopenia, agranulocitose e anemia hemolítica também foram relatados.

Posologia e modo de usar:

O conteúdo do envelope deve ser dissolvido em meio copo de água antes de ser ingerido.

Adultos:

Dores leves ou moderadas; estados febris e gripe; dismenorréia: 1 envelope de 400mg, 3 vezes ao dia (de 8 em 8 horas).

Artrite crônica: No início do tratamento, aconselha-se uma dose diária de 1200 a 1600 mg divididas em 3 ou 4 administrações, podendo, se for necessário, aumentá-la gradualmente até 2400 mg (800 mg, ou 2 envelopes, 3 vezes ao dia, de 8 em 8 horas).

Crianças com mais de 12 anos de idade:

A dose diária recomendada é de 20 mg/kg dividida em 3 administrações.

Em casos de artrite reumatóide juvenil, a dose pode ser aumentada para 40 mg/kg/dia, dividida em 3 administrações.

A dose máxima diária, para crianças pesando menos de 30 kg, é de 800 mg.

Superdosagem:

Não há antídoto específico conhecido.

A hipotensão pode ser minimizada com a administração de líquidos.

No caso de superdosagem, é indicada a lavagem gástrica com carvão ativado, a correção dos elementos hemáticos e a manutenção da excreção urinária.

Em linha geral, nos casos de administração maciça, voluntária ou acidental, do produto, ater-se ao tratamento sintomático.

Pacientes idosos:

Devem ser seguidas as orientações gerais descritas na bula. Contudo, recomenda-se reduzir a dose inicial para metade da dose dos adultos e, em caso de necessidade, e se o produto for bem tolerado, a dose poderá ser aumentada.

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA

MS 1.0084.0148

Resp. Téc.: Marta Y. Y. Satake - CRF-SP 15.337

Fabricado por:

Inpharzam sa

6814 Cadempino/TI - Suíça

Comercializado por:

ZAMBON LABORATÓRIOS FARMACÊUTICOS LTDA.

RUA DESCAMPADO, 63 - VILA VERA

Cep: 04296-090 - SÃO PAULO/SP

CNPJ 61.100.004/0001-36

INDÚSTRIA BRASILEIRA

Marca registrada

Nº lote, data fab., prazo de validade: vide cartucho

Zambon Line

0800-177011